PSD apoia aumento da remuneração dos Agentes Comunitários de Saúde

Parlamentares do PSD manifestaram apoio à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 22/11 que eleva a remuneração salarial dos agentes comunitários de saúde. Atualmente, mais de 300 mil profissionais no país prestam serviços de auxílio à atenção básica e ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A proposta fixa o salário mensal dos agentes comunitários de saúde em R$ 1,6 mil para jornada de 40 horas semanais. O piso, segundo o texto em tramitação na Câmara, também vale para agentes de combate às endemias.

Presidente da Comissão Especial das Santas Casas, o Deputado Antônio Brito (BA) disse que está mobilizando o setor para mais esta conquista. “Sou favorável à PEC 22. Estamos nessa luta há muito tempo e temos feito reuniões diretamente com os prefeitos das cidades baianas”, lembrou.

“Agentes  é que desenvolvem o trabalho na ponta, de prevenção”

Rômulo Gouveia (PB) também declarou apoio à iniciativa e ressaltou que “os agentes comunitários é que desenvolvem o trabalho na ponta, o de prevenção”. José Nunes (BA) seguiu a mesma linha. “Os agentes prestam o primeiro serviço, mas já passou da hora de serem melhor remunerados.”

Já a Deputada Raquel Muniz (MG), que é médica, destacou o trabalho afinado com a classe. “Já trabalhei próxima de vocês e sei da importância deste serviço. Defenderemos a proposta”. O Deputado Delegado Éder Mauro (PA) cobrou celeridade do Legislativo.

“Espero que o presidente coloque a PEC 22 em pauta, porque os deputados vão votar em massa a favor dos agentes. São eles que estão na rua e que tem o primeiro contato com os moradores. Merecem uma remuneração digna, melhor.”


Saiba mais

Raquel Muniz – Febre amarela: combatê-la é um dever de todos nós

Antonio Brito: Sancionada Lei para financiamento das Santas Casas

José Nunes propõe alteração do repasse do ICMS aos municípios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *