Líderes

Antonio Brito


Atual líder do PSD na Câmara dos Deputados, Antonio Brito (BA) exerce seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal. Foi eleito pela primeira vez em 2010 e tomou posse em 2011. Com forte atuação na defesa da área da saúde, criou a Frente Parlamentar pela Luta Contra a Tuberculose e trabalhou na reativação da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas, da qual é hoje o coordenador. Foi três vezes presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, a segunda maior comissão da Câmara dos Deputados. Em 2009 e 2010, foi secretário do Trabalho, Assistência Social e Direitos do Cidadão da Prefeitura de Salvador. É forma do em Administração de Empresas pela Faculdade de Salvador, e tem especialização em Auditoria Econômica e Financeira pela Universidade Gama Filho, também de Salvador.


Diego Andrade


Diego Andrade (MG), que atualmente é o líder da Maioria na Câmara dos Deputados e o coordenador da Bancada Mineira, conduziu a Liderança do PSD em 2020. Exerce seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal, tendo tomado posse pela primeira vez em 2011. É administrador de empresas, formado no Centro Universitário Newton Paiva, em Belo Horizonte. Também possui especialização em Gerenciamento pela Qualidade Total em Serviços, pela Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).


André de Paula


Atual 2º vice-presidente da Câmara dos Deputados, André de Paula (PE) foi o líder do PSD em 2019. Exerce seu sexto mandato como deputado federal, tendo tomado posse pela primeira vez em 1999. É o presidente do partido em Pernambuco, onde também foi deputado estadual de 1991 a 1998. Foi, ainda, vereador de Recife de 1989 a 1991. Licenciou-se do mandato de deputado federal para exercer o cargo de secretário de Produção Rural e Reforma Agrária de Pernambuco (1999 a 2002); e de secretário das Cidades do Estado de Pernambuco (2015 e 2016).


Domingos Neto


O deputado federal Domingos Neto (CE) liderou o PSD em 2018. Exerce seu terceiro mandato consecutivo na Câmara dos Deputados, tendo tomado posse, pela primeira vez, em 2011. Foi o relator do Orçamento da União de 2020. Em 2010, tinha apenas 22 anos quando concorreu a deputado federal. Foi o mais votado do Ceará e o 16º mais votado do Brasil, ao obter 246.591 votos. Entre 2013 e 2014, licenciou-se do mandato assumir a Secretaria Extraordinária da Copa da Prefeitura de Fortaleza. Ele é formado em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor) e, em 2016, começou o Mestrado em Administração Pública no Instituto de Direito Público (IDP), mas ainda não concluiu o curso.


Marcos Montes


O médico e ex-deputado federal Marcos Montes (MG) foi líder do PSD em 2017. Atualmente, é o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Teve três mandatos na Câmara dos Deputados: 2007-2011, 2011-2015 e 2015-2019. Presidiu da Frente Parlamentar da Agropecuária, um dos colegiados mais atuantes do Congresso Nacional, integrado por deputados federais e senadores. Foi prefeito de Uberaba de 1997 a 2000, e reeleito para o mandato de 2001 a agosto de 2004, quando assumiu o comando da Secretaria de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais.


Rogério Rosso


O ex-deputado federal Rogério Rosso (DF) liderou o PSD por dois anos, em 2015 e 2016. Ele teve dois mandatos na Câmara dos Deputados, de 2007 a 2011 e de 2015 a 2019. Antes disso, em 2010, governou o Distrito Federal. Em 2016, presidiu a Comissão do Impeachment de Dilma Roussef na Câmara dos Deputados. É formado em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub) e é especialista em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e em Direito Tributário, também pelo UniCeub.


Moreira Mendes


O agropecuarista e advogado Moreira Mendes (RO) foi o líder do PSD na Câmara dos Deputados em 2014. Ele faleceu em 11 de julho de 2018, em Ariquemes (RO), aos 71 anos, após lutar contra um câncer agressivo no abdômen. Entre 1989 e 1991, Mendes foi secretário da Administração do Governo de Rondônia. Em 1999, foi eleito para Senado Federal e ocupou o cargo até 2003. Ele foi deputado federal por dois mandatos, de 2007 a 2015. Também presidiu a Frente Parlamentar da Agropecuária e foi um defensor das reivindicações do setor agrícola.


Eduardo Sciarra


Eduardo Sciarra (PR), empresário e ex-deputado federal, liderou o PSD em 2013. Teve três mandatos na Câmara dos Deputados: de 2003 a 2007; de 2007 a 2011; e de 2011 a 2015. Licenciou-se do mandato na Legislatura 2011-2015, para assumir o cargo de chefe da Casa Civil do Paraná, a partir de 16 de janeiro de 2015. Graduou-se em Engenharia Civil pela Fundação Álvares Penteado (FAAP) em São Paulo. Foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Cascavel (Acic), do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon Oeste) e da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Cascavel. Foi também presidente da Fundação Paranaense para o Desenvolvimento Tecnológico da Indústria da Construção (Fundatec) e vice-presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), além de conselheiro do CREA-PR.


Guilherme Campos


O ex-deputado e empresário Guilherme Campos (SP) foi o primeiro líder do PSD na Câmara dos Deputados, em 2012, após a criação do partido em 2011. Atualmente, é diretor administrativo-financeiro do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) de São Paulo. Foi presidente dos Correios entre 2016 e 2018. Antes disso, foi deputado federal por dois mandatos (2007-2011 e 2011-2015), e vice-prefeito de Campinas, de 1º de janeiro de 2005 a 1º de fevereiro de 2007.

Comentários desativados.