Sidney Leite cobra melhoria em serviços de internet e telefonia móvel no Amazonas

Alguns moradores de municípios do Amazonas precisam esperar acordados até as três horas da madrugada para poderem se comunicar por telefone celular ou para usar a internet móvel. A informação foi divulgada pelo deputado Sidney Leite (PSD-AM), nesta quinta-feira, ao cobrar da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) medidas para melhorar o sinal dos serviços de comunicação no Amazonas.

Segundo o parlamentar, neste momento de pandemia, em que se faz mais necessária a utilização dessas ferramentas, a população amazonense fica impedida de usufruir delas, porque a Anatel não tem feito o seu papel de exigir que as operadoras de telefonia e de internet forneçam um serviço de qualidade naquela região.

Deputado Sidney Leite (AM). Foto: Cláudio Araújo

“Parece, muitas vezes, que a Anatel está ali para defender as operadoras, o que é lamentável. E a população paga muito caro por isso, pelo desserviço da agência. Infelizmente, a Anatel faz cara de paisagem sobre essa questão”, criticou.

Isolamento
De acordo com o deputado, a justificativa da agência para o problema é que o Amazonas situa-se em uma região isolada. Mas Sidney Leite discorda dessa explicação.

“Como é que na Colômbia, país vizinho a nós, a rede móvel funciona, com as mesmas características, com as mesmas peculiaridades? É necessário que se tome uma providência com relação a isso. O cidadão amazonense paga o mesmo valor que qualquer cidadão do País. Qual é a diferença? A diferença é que em outras regiões o serviço é entregue, e no Amazonas, infelizmente, isso não acontece”, denunciou.

Na opinião do parlamentar, o que mais dificulta a preservação da Amazônia é a forma como a população do bioma é tratada, seja por causa da ausência de políticas públicas, seja pelo funcionamento – que deixa muito a desejar – de algumas instituições.

Renata Tôrres

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *