O Novo Código Florestal é uma legislacão mais moderna e compatível com a realidade no campo, afirma Irajá Abreu

Deputado Irajá Abreu - PSD/TO (Foto: Heleno Rezende)

A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira, 25, o Novo Código Florestal Brasileiro. O deputado federal Irajá Abreu enfatiza que o texto aprovado alia a conservação à produtividade com responsabilidade ambiental.

“O Código Florestal Brasileiro aprovado na Câmara dos Deputados na quarta-feira é uma legislação moderna e compatível com a realidade no campo”, afirma o deputado federal Irajá Abreu (PSD-TO).
O parlamentar enfatiza que a o Código Florestal estava superado por ser uma lei de 1965 e que as mudanças trazem inovações que incentivam a produtividade com segurança ambiental e são avanços para desburocratizar o processo de produção.

“O agronegócio brasileiro corresponde a 24% do PIB nacional, gera 37% de todos os empregos nacionais e é responsável também por 37% das exportações brasileiras. Os alimentos cultivados no Brasil já abastecem os supermercados, são requisitados e apreciados por consumidores dos maiores e mais exigentes mercados mundiais. O Brasil é considerado o celeiro do mundo e tem importante papel para a segurança alimentar mundial, manter uma legislação elaborada nos meados do século XX era um atraso incomensurável para o Brasil”, diz Irajá Abreu.

De acordo com o parlamentar, é importante observar que além da contribuição da produção agropecuária no PIB brasileiro, o agronegócio é âncora sólida da economia.

“Crescemos em momentos de crise, mantemos o equilíbrio e estamos mais confiáveis e mais sólidos que tantas outras nações, muito dessa conquista o país deve ao produtor rural e às atividades agropecuárias. A aprovação do Novo Código Florestal celebra a produtividade sustentável e a modernização da legislação”, disse o deputado.

 

Cláudia Peixoto
Assessora de imprense do dep. Irajá Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *