Cezinha de Madureira testa e aprova o uso dos carros elétricos

Está na pauta de votações da Sessão do Congresso desta terça-feira (11), o veto presidencial ao projeto de lei de conversão da Medida Provisória 843/18, que trata da isenção de IPI e de IOF na compra de carros híbridos ou elétricos por taxistas e pessoas com deficiência. De acordo com o governo, o veto a este incentivo está relacionado à desoneração tributária.

Esses veículos já são realidade em vários países europeus, além dos Estados Unidos e Japão. O deputado Cezinha de Madureira (SP), membro da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI), reforça que estes carros são importantes. Ele testou um protótipo do Programa Veículo Elétrico (VE) desenvolvido pela parceria entre Itaipu Binacional e a fabricante Suíça KWO (Kraftwerke Oberhasli AG).

Deputado Cezinha de Madureira (SP). Foto: Claudio Araújo

Após testar, o deputado Cezinha reforçou a necessidade de desenvolver políticas para suporte deste tipo de meio de locomoção no Brasil. “São veículos com tecnologia de última geração que precisam de infraestrutura de abastecimento, além de observar a viabilidade tributária para importação desses carros inteligentes”, destacou.

No final de 2018, o governo federal aprovou o Rota 2030, um projeto que define as regras para produção de veículos nos próximos 11 anos. Esse pacote, reúne incentivos fiscais para as montadoras de automóveis no Brasil investirem em pesquisa e desenvolvimento desses veículos mais eficientes e seguros.

Diane Lourenço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *