Sala do Conselho de Ética tem nome de Ricardo Izar

Da redação

O deputado faleceu em 2008, quando exercia pela segunda vez a presidência do colegiado

É de autoria do deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), o Projeto de Resolução 132/08, que denomina Deputado Ricardo Izar o espaço físico onde hoje funciona o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, identificada como sala T-51, situada no anexo 2.

José Carlos Araújo destacou que o deputado homenageado teve grande atuação enquanto esteve à frente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

O parlamentar contou que no primeiro período em que Izar foi presidente do conselho, conduziu a análise de 108 processos movidos contra parlamentares por quebra do decoro parlamentar, quando surgiu o escândalo do Mensalão.

“Sob a segura, firme, imparcial e competente direção de Ricardo Izar, o conselho foi diligente e desincumbiu-se satisfatoriamente de sua árdua tarefa”, afirmou o deputado baiano.

O filho de Izar, que tem o mesmo nome parlamentar do pai e é do PSD de São Paulo, agradeceu a homenagem. “A angústia de ter de julgar os seus pares foi um dos fatores que levou à morte de meu pai”, disse.

O deputado Ricardo Izar nasceu em São Paulo, casado, pai de dois filhos, foi advogado, pós-graduado em direito penal pela PUC de São Paulo.

Ricardo Nagib Izar, de origem libanesa, ingressou na vida pública em 1963. Foi vereador, deputado estadual por quatro mandatos em São Paulo e deputado federal constituinte. Ao falecer estava no exercício do sexto mandato de deputado federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *