Heuler Cruvinel cobra melhor remuneração para os pecuaristas

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural promoveu nesta terça-feira (16), o seminário Os Sistemas de Controle dos Alimentos de Origem Animal: bases para a saúde pública e o agronegócio do Brasil.

Heuler Cruvinel (PSD-GO), que participou do evento, ressaltpu que o nosso produtor rural, que é o maior interessado em colocar no mercado um produto de qualidade, não tem tido a remuneração adequada para que continue produzindo. “Esse é o maior desafio”, disse.

Heuler Cruvinel anunciou durante o seminário: “Temos aplicado na cadeia produtiva as melhores tecnologias, usando melhoramento genético e melhoria das pastagens com sustentabilidade. Tem havido melhorias na sanidade animal, produzindo animais com carne de qualidade, contudo, a remuneração tem ficado aquém do desejado”.

Ainda de acordo com o deputado do PSD, “Temos visto que a atividade tem condições de aumentar as exportações, pois apenas 18% do que é produzido é exportado. Com isso, podemos aumentar o superávit da balança comercial e ajudar no PIB da economia brasileira. A indústria bovina de corte corresponde, hoje, a nível Brasil, a 200 milhões de animais por ano”.

Ele denunciou ainda a falta de inspeção da carne animal a nível municipal. “Em todo o Estado de Goiás, dos 246 municípios, só Rio Verde dispõe de inspeção da carne bovina municipal. Nos demais, esta inspeção é feita pelo Estado”.

Ao longo do seminário foram abordados os seguintes temas: O mercado de carnes e as suas implicações econômicas e sociais para o país; o controle sanitário da produção de alimentos de origem animal e a saúde pública; o papel do Estado na condução dos sistemas de controle da inspeção e alimentos de origem animal; a visão da sociedade sobre o controle do Estado na saúde dos alimentos e, por fim, o papel dos agentes integrantes da cadeia produtiva; uma análise sistêmica.

Já os expositores, convidados pela Comissão, foram: Amilson Pereira Said; Júlio Barcelos; Marcelo Vallandro; Judi Maria da Nóbrega; Liris Kindlein e Guilherme Malafaia.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *