Geraldo Thadeu lamenta a falta de punição para pilotos norte-americanos que causaram a tragédia com avião da Gol em 2006

Aleandro Rocha / Flor Magalhães*

Para o deputado federal Geraldo Thadeu (PSD/MG) é lamentável a decisão da Federal Aviation Administration- FAA, órgão regulador da aviação civil dos EUA, de não punir os pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, responsáveis pelo jato Legacy que se chocou com um avião da Gol em 2006. “Foram 154 mortes decorrentes de graves falhas desses pilotos. Permitir que eles continuem voando é um desrespeito aos familiares das vítimas”, ressalta o deputado que esteve recentemente nos EUA, pedindo a parlamentares daquele país a suspensão do brevê dos dois pilotos.

De acordo com a Justiça americana o processo do acidente ocorrido em 2006 já prescreveu. O comunicado foi feito esta semana, por meio de carta-resposta da FAA à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A assessoria da Anac afirma que o Brasil tem 60 dias para tomar medidas cabíveis. “Neste tempo continuaremos buscando apoio para que este crime não fique impune”, afirma o parlamentar.

Em fevereiro deste ano Geraldo Thadeu, o deputado Dimas Ramalho (PPS/SP), um perito e o advogado da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907 estiveram nos EUA. Na ocasião, a comitiva brasileira ressaltou que a punição aplicada aos pilotos norte-americanos é insuficiente. A Justiça brasileira condenou Joseph Lepore e Jan Paul Paladino a quatro anos e quatro meses de prisão. A pena foi revertida em trabalho voluntário. Os pilotos prestaram serviço em instituição brasileira, nos EUA. A Anac aplicou multa de R$ 3,5 mil.

Na última semana, a comitiva brasileira deu continuidade à mobilização e participou de reunião com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota e com o assessor de Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia. Durante a reunião os participantes ressaltaram a importância da intervenção do Itamaraty e da presidente Dilma para cobrar a suspensão do brevê dos norte-americanos. “Na próxima semana a ministra Hillary Clinton estará no Brasil. Vamos trabalhar para que a presidente Dilma ressalte a insatisfação dos brasileiros diante da decisão da Federal Aviation Administration”, afirma Geraldo Thadeu.

Saiba mais…

O acidente entre o avião da Gol e o jato Legacy ocorreu em 2006. A Justiça brasileira reconheceu falhas no plano de vôo dos pilotos norte-americanos, além de constatar que eles desligaram os aparelhos que acusam a distância entre os aviões. Joseph Lepore e Jan Paul Paladino não têm mais permissão para voar no espaço aéreo brasileiro.

*Assessores de imprensa do dep. Geraldo Thadeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *