Com apoio de deputados federais, Executiva referenda decisão sobre BH

Reunida nesta terça-feira, em Brasília, a Executiva Nacional do PSD referendou a decisão do diretório nacional sobre as eleições em Belo Horizonte (MG).  Por 14 votos a 1, ficou decidido que o partido deve apoiar o PT nas eleições municipais da capital mineira.

O líder do PSD, deputado Guilherme Campos (SP), participou do encontro. Para ele, a decisão foi a mais correta tanto jurídica, quanto politicamente. “A decisão inicial de mudar o cenário da chapa em Belo Horizonte não foi nossa. Além disso, a Executiva caminhou junto com a maioria do Estado mineiro”, afirmou.

Os deputados federais Fábio Faria (PSD-RN), Geraldo Thadeu (PSD-MG), Eduardo Sciarra (PSD-PR), Júlio César (PSD-PI) e Paulo Magalhães (PSD-BA) também participaram da reunião desta terça-feira. Todos votaram com a maioria. O voto contrário foi da senadora Kátia Abreu (PSD-TO).

Com o resultado, uma nova comissão provisória em Belo Horizonte será estabelecida, dissolvendo-se o diretório municipal da cidade.

Para Geraldo Thadeu, referendar a decisão tomada anteriormente junto com o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, será positiva para a cidade. “A decisão foi confirmada por entendermos que essa é de interesse da cidade”, disse o deputado mineiro.

No encontro desta terça-feira, integrantes da Executiva Nacional do PSD também trataram da divisão dos recursos do fundo partidário. Ficou estabelecido que 20% será direcionado para o Instituto do Partido, o Espaço Democrático, 20% para a Executiva Nacional e os outros 60% para os diretórios estaduais. A divisão para os Estados será feita da seguinte forma: R$ 12 mil de piso para cada ente da federação e o restante dividido proporcionalmente de acordo com o número de parlamentares federais, sendo que um senador equivale a dois deputados.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *