Arolde quer fim de jornadas exaustivas de trabalho para enfermeiros

Deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ) - Foto: Heleno Rezende

Preocupado com o excesso de trabalho de enfermeiros e técnicos de enfermagem, o deputado Arolde Oliveira (PSD-RJ) pediu a colocação do Projeto de Lei 2295/2000 na pauta para votação no plenário da Câmara. A proposta, do senador Lúcio Alcântara (PSDB-CE), define a carga horária de profissionais ligados à área.

“Entrei na luta pela carga horária máxima para enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Espero que o projeto ponha fim às exaustivas jornadas destes profissionais”, afirma o deputado.

Para o parlamentar, o projeto é de extrema importância, garante uma melhor qualidade no serviço destes profissionais e impede uma exploração de enfermeiros e técnicos de enfermagem, que terão sua carga horária semanal limitada em 30 horas semanais.

“O projeto define a jornada de trabalho máxima em seis horas diárias e trinta horas semanais para Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem, evitando qualquer exagero na carga de trabalho”, diz Arolde.

A proposta já foi aprovada pelo Senado Federal e espera votação no plenário da Câmara para poder ser sancionada pela Presidenta da República.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *