Aprovado projeto de Edilázio Júnior que incentiva financiamento de projetos ambientais

Deputado Edilázio Júnior (MA). Foto: Cláudio Araújo

O Projeto de Lei 465/22, de autoria do deputado Edilázio Júnior (PSD-MA), foi aprovado na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara nesta quarta-feira (30). A medida determina que as operações de crédito realizadas com recursos dos fundos constitucionais (FNO, FNE e FCO) terão os encargos financeiros reduzidos quando destinadas ao financiamento de projetos ambientais.

A redução abrangerá projetos de conservação e proteção do meio ambiente, recuperação de áreas degradadas ou alteradas, recuperação de vegetação nativa e desenvolvimento de atividades de mitigação ou adaptação às mudanças climáticas.

O desconto será calculado por meio da multiplicação do encargo financeiro por fatores que reduzem a taxa para o tomador (fator de 0,5%, para os financiamentos de projetos de investimento até R$ 200 mil; e 0,9%, para os financiamentos acima desse valor).

Estrutura legal
A proposta altera a Lei 10.177/01, que regula os três fundos constitucionais. O deputado afirma que o objetivo é aproveitar a estrutura legal e institucional dos fundos constitucionais para financiar medidas de mitigação e adaptação climáticas, principalmente por meio de recursos vindos do exterior.

“Esses fundos são objeto de contínuas e aprofundadas avaliações e revisões de estratégia e poderiam ser apresentados como um veículo exemplar para a aplicação confiável de recursos internacionais de financiamento climático”, disse Edilázio Júnior.

Tramitação
A matéria segue para análise da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara.

Manu Nunes, com informações da Agência Câmara de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *