Ademir Camilo defende policiais federais em greve e cobra providências

Em discurso na Câmara, o deputado federal Ademir Camilo (PSD-MG) revelou a sua preocupação com a crise enfrentada pelos policiais federais. Segundo ele, há dois anos a categoria participa de negociações com o Governo, mas até hoje não conseguiu qualquer avanço.

Em defesa dos policiais em greve, o parlamentar mineiro comentou: “Esses homens e mulheres que se esmeram em operações arriscadas, para preservar a segurança, combater a corrupção, o tráfico de drogas e de armas e resguardar a tranquilidade da nossa gente, estão se sentindo desamparados e sem perspectiva de futuro”.

Ademir Camilo acrescentou que os agentes, escrivães e papiloscopistas querem respeito e dignidade. “Esses profissionais lutam também pelo reconhecimento das suas funções, pela reestruturação das suas carreiras profissionais e pelo reequilíbrio nos seus ganhos”.

O deputado classificou o Governo como “insensível”, disse que os policiais decidiram, em assembleia, realizar uma greve nacional e, caso nada aconteça, devem parar em todo o Brasil, a partir desta terça-feira.

“Faço um apelo aos nossos dirigentes do Governo: reflitam sobre essa situação e não permitam que a insegurança agrave ainda mais o já instável clima que hoje estamos vivenciando no País”.

E concluiu: “Em nome do meu partido (PSD); da União Geral dos Trabalhadores de Minas Gerais; da vice-presidência da União Geral dos Trabalhadores e dos trabalhadores da Polícia Federal em todo o Brasil, solicito às autoridades do Governo que tratem a Polícia Federal com mais respeito”.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *