Artigos

A quem a FUNAI representa?


Moreira Mendes* Tenho ocupado este espaço para debater questões atuais e que interessam, efetivamente, à nossa sociedade. Não exponho aqui minha opinião pura e simples. Com o condão de enriquecer o debate, sempre me escudo em acadêmicos renomados, pesquisadores e especialistas nos temas que proponho. Hoje, de novo, trato da questão indígena no Brasil e demonstro que a Fundação Nacional do Índio (Funai), que deveria existir para defender os interesses dessas comunidades, é quem mais “joga contra”, utiliza de má fé e cria embaraços à preservação dos índios e ao desenvolvimento do Brasil. Encontrei na bem elaborada obra “Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil”, de autoria do pesquisador e... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Um marco histórico


* Paulo Bornhausen A vinda da BMW configura um marco histórico para a nossa economia. Deve ser vista como prenúncio de uma nova era, focada na inovação e na sustentabilidade. Sem demérito de qualquer outra região brasileira que tenha se candidato a receber a primeira fábrica da BMW na América Latina, devemos nos orgulhar de nosso êxito. A Resolução 13, da “guerra dos portos”, acabou reforçando a determinação de trazermos uma empresa mais preocupada com as condições estruturais do estado, do que propriamente com incentivos fiscais e econômicos – claro, sem deixá-los de fora. Nossas qualidades comparativas foram reconhecidas: o forte espírito empreendedor do catarinense; a excepcional qualidade de vida;... Leia mais


Em | Nenhum comentário

O PSD na construção de um novo Brasil


Fico impressionado em saber que mesmo depois de quase três décadas passadas da ditadura militar, que dominou o país por vinte e um anos, alguns vícios e cacoetes de setores importantes de nossa sociedade insistem em não passar. Somos uma democracia muito jovem, caminhamos para a nossa sétima eleição presidencial, ainda. Mesmo assim, já demos sinais contundentes de maturidade. Elegemos o mais jovem presidente da história – Fernando Collor – as instituições foram capazes de afastá-lo sem traumas, danos ou sequelas à nossa democracia. Pelo contrário, passamos ao mundo a mensagem que estamos em constante evolução e nos reencontrando com o “tempo perdido”, ou que nos fizeram perder. Temos uma... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Desastre anunciado


Tenho ocupado este espaço sistematicamente para alertar a população sobre quem são os verdadeiros inimigos do desenvolvimento e do progresso do Brasil. A quem de fato não interessa o nosso sucesso e, mais grave ainda, quem “banca” esses “ativistas” disfarçados de ambientalistas e às vezes de trabalhadores nas grandes obras nacionais. Pego como exemplo as obras das Usinas Hidrelétricas de Jirau e Santo Antonio, em Rondônia. Indispensáveis, os empreendimentos buscam fornecer energia para assegurar o desenvolvimento regional e o crescimento industrial do País. Jirau, por exemplo, está localizada a aproximadamente 130 km da capital de Porto Velho, e terá capacidade instalada de aproximadamente 3.300 Megawatts (MW). As duas usinas terão... Leia mais


Em | Nenhum comentário

O primeiro passo, educação tributária


A carga tributária, como vem sendo atualmente aplicada no Brasil, é um dos fatores que mais prejudica os negócios das empresas. O peso dos impostos atinge de forma contundente as atividades empresariais e o setor produtivo e é um dos maiores obstáculos para a atração de investimentos estrangeiros. Tenho insistido no sentido de chamar à reflexão sobre os entraves ao desenvolvimento econômico e social que persistem no Brasil e impedem alçar o país ao patamar de uma nação moderna e evoluída. Em novembro, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 1472/2007, que discrimina nas notas fiscais o valor total dos tributos incidentes no preço de qualquer mercadoria e serviços vendidos no país, contribui de forma significativa para a educação tributária e o conhecimento da sociedade sobre a estrutura fiscal... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Fim de um ciclo positivo


Um ciclo se encerra para a cidade de São Paulo. De 2006 a 2012, Gilberto Kassab governou a maior metrópole da América Latina de um jeito único, com incontáveis realizações. E, durante todo esse período, a transparência de gestão foi uma marca importante. Kassab foi pioneiro ao implementar, em 2009, o Portal da Transparência, antes mesmo da Lei de Acesso à Informação entrar em vigor nacionalmente. O site permitiu a todos os cidadãos verificar online as movimentações financeiras do poder público municipal, incluindo os gastos e salários dos servidores. Para isso, teve que enfrentar uma grande resistência de setores avessos a tal abertura, mas a medida resultou no Prêmio Transparência... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Os dois Brasis que não se conhecem


É comum ouvir falar que existem vários “brasis” dentro do Brasil. Absolutamente compreensível dada às dimensões continentais de nosso país e à imensa diversidade cultural que serviu de base para a construção de nossa sociedade. Claro que isso não é apenas positivo, como gostaríamos. Existem contradições, conflitos de ordem social, política, econômica, entre outros. Uns até salutares para o aperfeiçoamento de nossa sociedade, outros nem tanto. Neste espaço falarei de apenas dois desses muitos “brasis”: o que produz e o que consome. Apesar de formar uma cadeia natural indissociável, infelizmente esses dois brasis não se conhecem como deveriam. É difícil para alguns compreender “as distâncias” que os separam. A falta... Leia mais


Em | Nenhum comentário

O sufocamento das médias empresas


Autor(es): Guilherme Campos Correio Braziliense – 15/11/2012 Deputado federal por São Paulo e líder do PSD na Câmara dos Deputados, falar em erradicação de miséria, geração de emprego, desoneração e, ao mesmo tempo, manter situações que sufocam as médias empresas brasileiras é algo extremamente contraditório. Enquanto importantes setores da economia têm recebido incentivos, as médias empresas terão que arcar, somente em 2013, com um custo adicional de R$ 1,7 bilhão em impostos. Isso por causa de uma legislação extremamente defasada. O cenário está ligado ao chamado lucro presumido, que simplifica a tributação dessas empresas. A faixa de faturamento para que elas possam optar pelo benefício está congelada há uma década... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Caiu a ficha


Por JOSÉ CARLOS ARAÚJO* Ao ler uma entrevista do governador da Bahia, Jaques Wagner, no Correio Brasiliense (Wagner projeta Eduardo para 2018), há alguns dias atrás, deparei-me com um conceito, um pensamento que, se não me surpreendeu visto que dele, mesmo sem conhecimento prévio, já compartilhava, suscitou algumas observações e me obrigou a trazer o processo eleitoral de 2018 traçado por Wagner para um cenário mais próximo: 2014, na Bahia. Wagner dizia: “A candidatura de Dilma à reeleição é natural, porque ela tem direito a concorrer a mais quatro anos. Mas, para 2018, o PT terá que refletir. Será que está na hora de desfazer a tese de que nunca... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Código Florestal: vitória do debate democrático


Por Eduardo Sciarra* O novo Código Florestal, recentemente sancionado com vetos pela presidente Dilma, cria finalmente uma legislação específica para normatizar as relações da produção rural com o meio ambiente. Ele substitui a ultrapassada legislação editada em 1965 e que, ao longo do tempo, tornou-se uma “colcha de retalhos” costurada sem nenhum debate público. Eram dezenas de medidas provisórias, decretos, portarias e regulamentos dos mais diversos órgãos de governo. Apesar dos vetos da presidente ao texto aprovado pelo Congresso Nacional, a nova legislação ambiental traz grandes avanços para o país. A principal é, sem dúvida, a segurança jurídica que faltava aos produtores rurais. Sinto-me honrado por ter participado ativamente de... Leia mais


Em | Nenhum comentário