Serfiotis critica dificuldades no atendimento de renais crônicos

Deputado Alexandre Serfiotis (RJ) - Foto: Cláudio Araújo

Deputado Alexandre Serfiotis (RJ) – Foto: Cláudio Araújo

Audiência pública realizada nesta terça-feira (28) analisou a situação dos pacientes renais crônicos que necessitam de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O debate, realizado na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), contou com a participação de representantes da sociedade civil, do Ministério da Saúde e membros da Associação dos Renais e Transplantados do Estado do Rio de Janeiro.

O deputado Alexandre Serfiotis (RJ), apontou, entre outros problemas, a dificuldade dos pacientes em ter acesso aos tratamentos de hemodiálise. “Infelizmente as máquinas que realizam esse procedimento estão em falta na rede pública. É necessária uma maior fiscalização dos recursos repassados para esse fim”.

O parlamentar também defendeu a importância da prevenção das doenças renais. “O paciente sofre muito e não tem alternativa que não seja um tratamento permanente. Para evitar essa situação é necessário investir em campanhas de prevenção que possam conscientizar a população sobre a gravidade da doença e, principalmente, a dificuldade que é seu tratamento”, disse.

Sobre a participação do Ministério da Saúde, o deputado reforçou que o SUS é a principal fonte de tratamento dos pacientes com problemas renais. Nesse sentido, afirmou que é extremamente importante que os serviços oferecidos por ele funcionem de acordo com o esperado. “Infelizmente, a realidade do Brasil hoje é a falta desse atendimento. Isso é inadmissível.”

Juliana Camelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *