Seminário presidido por Francisco Jr discute cidades inteligentes

O deputado Francisco Junior realizou, em parceria com o Centro de Estudos Educação e Sociedade (CEDES), o Seminário Cidades Inteligentes. O parlamentar é relator da Subcomissão que leva o mesmo nome, ligada a Comissão de Desenvolvimento Urbano. Participaram dos debates gestores, professores, especialistas em tecnologia, empresários e deputados federais de diversos partidos. “Cumprimos mais uma etapa dessa investigação que estamos fazendo para saber como tornar as cidades mais inteligentes, humanas e sustentáveis. Muito ainda virá pela frente”, disse Francisco Junior.

O evento, que durou o dia todo e lotou o auditório Nereu Ramos na Câmara dos Deputados, abordou temas como o uso de tecnologias inteligentes e sensitivas, sociedade inovadora e qualificada, governança mediada por tecnologia e participação cidadã, e sustentabilidade ambiental, econômica e financeira.

Deputado Francisco Junior preside painel 1 do Seminário Cidades Inteligentes. Foto: Cláudio Araújo.

Francisco Junior presidiu o primeiro painel do dia que tratou de tecnologias inteligentes. Na ocasião, o convidado Ruben Delgado, presidente da Softex, uma associação para promoção da excelência do software brasileiro, disse que o País exporta profissionais e não aproveita a mão de obra para produzir tecnologia aqui mesmo. “Temos bons profissionais, mas eles estão trabalhando em grandes empresas estrangeiras. Não podemos falar de cidades inteligentes se não tivermos pessoas inteligentes nas cidades. Investimento em educação deve ser a prioridade número 1, 2 e 3 do governo. O foco é no cidadão”.

Débora Albu, coordenadora de Programa do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS-Rio), disse que é preciso lembrar que tecnologia já existe no setor público e privado e que não podemos fugir disso que é o nosso futuro. “Tecnologia não é ruim. Temos muitas vezes um preconceito com o excesso de tecnologia, mas ela pode ser bem utilizada, como por exemplo, na educação de jovens. Conheço um pai que pede para seu filho gravar um vídeo e postar no Youtube contando o que aprendeu nas lições de casa naquele dia”, exemplificou a especialista.

Quem assistiu o primeiro painel do evento pôde ainda ouvir o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte (CE). A cidade é um dos exemplos de sucesso quando o assunto é implementação de tecnologia no dia-dia das pessoas na cidade. O gestor apresentou as ações adotadas para humanizar os espaços públicos.

Francisco Junior falou sobre o conceito de cidade inteligente. “Ela busca reunir todas as condições para se viver melhor – usando, para isso, todas as tecnologias, focando na qualidade de vida da pessoa, para que ela possa viver, se locomover, trabalhar, usar a cidade de forma mais inteligente, aproveitando mais os recursos de forma sustentável”, explicou.

Manu Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *