Ricardo Izar: CPI dos maus-tratos a animais deverá trazer marco regulatório

Deputado Ricardo Izar (SP) - Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Deputado Ricardo Izar (SP) – Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai investigar casos de maus-tratos a animais, deu início aos trabalhos, nesta quinta-feira (13). O colegiado terá um prazo regimental de 120 dias para apresentação do relatório. O presidente da comissão, deputado Ricardo Izar (SP), anunciou as indicações de membros titulares e os parlamentares aprovaram a realização de quatro audiências públicas.

Izar afirmou acreditar que, além de buscar ações propositivas, a CPI também deverá trazer um marco regulatório sobre assunto. Segundo ele, a semana foi positiva para a causa. “Foi histórica. Conseguimos o compromisso do presidente da Câmara para a votação, ainda neste semestre, de dois projetos importantes, entre eles, o que proíbe a eliminação de animais sadios, de minha autoria.”

Com histórico de luta em defesa da causa e presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Animais, Izar também destacou, como mais uma conquista, a transferência do leão Dengo do Zoológico de Brasília para o Rancho dos Gnomos, em São Paulo.

Diane Lourenço

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *