Júlio César avalia dados do Minha Casa Minha Vida

Deputado Júlio César (PI) - Foto: Cláudio Araújo

Deputado Júlio César (PI) – Foto: Cláudio Araújo

Acostumado a conferir contas governamentais e fazer comparativos com projeções para o futuro, o deputado Júlio César (PI) avaliou os dados do Minha Casa Minha Vida, durante audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU). O colegiado contou com a presença do ministro das Cidades, Bruno Cavalcanti de Araújo, que apresentou dados sobre os planos do ministério no atual governo.

“Dos R$ 32 bilhões de investimentos previstos para 2016, na gestão do ministro Gilberto Kassab, foi contingenciado na primeira etapa R$ 17 bilhões, depois contingenciaram mais R$ 3 bilhões e o restante não foi liberado por decreto da então presidente. O que impossibilitou a concretização das projeções do programa”, avaliou o deputado.

O ministro Bruno Araújo reconheceu que o pessedista tem propriedade quando fala em números governamentais e enfatizou que a terceira etapa do programa está garantida. “O que nós vamos fazer e estamos fazendo é atender novas faixas de renda e faremos o anuncio no momento apropriado, mas a expectativa do ministério é fazer a contratação de 40 a 50 mil unidades habitacionais ainda este ano.”

Júlio César destacou a importância de ampliar ao longo deste governo, o subsídio da faixa básica do programa Minha Casa Minha Vida para os estados do Nordeste. “Na faixa salarial de R$ 1,500 o limite do valor de imóvel é menos de R$ 25 mil, para o Nordeste a possibilidade de contratação deveria ser maior.”

O ministro acolheu as sugestões e se comprometeu a analisar a viabilidade das medidas solicitadas pelos participantes da audiência pública.

Diane Lourenço

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *