G1 – Globo: Partidos na Câmara indicam nomes para a comissão do impeachment

Nomes terão que ser confirmados em votação aberta na Câmara.

Expectativa é que presidente e relator sejam escolhidos em seguida.

Líderes dos 24 partidos com representantes na Câmara dos Deputados já indicaram nesta quinta-feira (17) os 65 nomes para compor a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O prazo inicial para apresentar os nomes era até 12h, mas foi prorrogado até 13h.

Possível afastamento de Dilma é analisado

As indicações terão que ser confirmadas em uma eleição com voto aberto no plenário da Câmara. A sessão extraordinária para eleger a comissão já teve início às 10h e, com a indicação completa dos nomes, a votação terá início assim que o quórum mínimo de 257 deputados for atingido a expectativa inicial era que fosse por volta das 14h. A comissão deverá ser instalada às 17h, para a escolha do presidente e do relator.

Pela proporcionalidade das bancadas, PT e PMDB serão os dois partidos com mais integrantes na comissão, 8 cada. O PSDB terá 6 representantes.

Regras Pelas regras estabelecidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), além da votação aberta, é permitida a participação de apenas uma chapa formada por nomes indicados pelos líderes, sem a possibilidade de uma chapa avulsa entrar na disputa.

Se a chapa oficial for rejeitada, os líderes terão que indicar outros nomes para compor uma segunda chapa para que nova votação seja feita. Em seguida, depois de instalada a comissão, haverá eleição para a escolha do presidente e relator.

Após a formação da comissão, a presidente Dilma terá dez sessões do plenário da Câmara para apresentar sua defesa e o colegiado terá cinco sessões depois disso para votar parecer pela continuidade ou não do processo de impeachment. Cunha vai tentar fazer sessões todos os dias da semana, inclusive segundas e sextas. Para valer na contagem do prazo, será preciso haver quórum de 51 deputados.

Confira a lista dos indicados pelos partidos para a comissão do impeachment:

PMDB 8 vagas titulares: Leonardo Picciani (PMDB-RJ) José Priante (PMDB-PA) João Marcelo Souza (PMDB-MA) Washington Reis (PMDB-RJ) Valtenir Pereira (PMDB-MT) Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) Osmar Terra (PMDB-RS) Mauro Mariani (PMDB-SC)

Suplentes: Elcione Barbalho (PMDB-PA) Alberto Filho (PMDB-MA) Hildo Rocha (PMDB-MA) Marx Beltrão (PMDB-AL) Vitor Valim (PMDB-CE) Manoel Junior (PMDB-PB) Lelo Coimbra (PMDB-ES)

PT 8 vagas titulares: Zé Geraldo (PT-PA) Pepe Vargas (PT-RS) Arlindo Chinaglia (PT-SP) Henrique Fontana (PT-RS) José Mentor (PT-SP) Paulo Teixeira (PT-SP) Vicente Candido (PT-SP) Wadih Damous (PT-RS)

Suplentes: Padre João (PT-MG) Benedita da Silva (PT-RJ) Carlos Zarattini (PT-SP) Luiz Sérgio (PT-RJ) Bohn Gass (PT-RS) Paulo Pimenta (PT-RS) Assis Carvalho (PT-PI) Valmir Assunção (PT-BA)

PSDB: 6 vagas titulares: Bruno Covas (PSDB-SP) Carlos Sampaio (PSDB-SP) Jutahy Junior (PSDB-BA) Nilson Leitão (PSDB-MT) Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) Shéridan (PSDB-RR)

Suplentes: Izalci (PSDB-DF) Fábio Sousa (PSDB-GO) Mariana Carvalho (PSDB-RO) Nilson Pinto (PSDB-PA) Rocha (PSDB-AC) Rogério Marinho (PSDB-RN)

PP 5 vagas titulares e 5 suplentes (não divulgado ainda)

PR 4 vagas titulares Maurício Quintella Lessa (PR-AL) Édio Lopes (PR-RR) Aelton Freitas (PR-MG) Zenaide Maia (PR-RN)

Suplentes: Gorete Pereira (PR-CE) José Rocha (PR-BA) João Carlos Bacelar (PR-BA) Wellington Roberto (PR-PB)

PSD 4 vagas titulares Rogério Rosso (PSD-DF) Júlio César (PSD-PI) Paulo Magalhães (PSD-BA) Marcos Montes (PSD-MG)

Suplentes: Irajá Abreu (PSD-TO) Goulart (PSD-SP) Evandro Roman (PSD-PR) Fernando Torres (PSD-BA)

PSB 4 vagas titulares Fernando Coelho Filho (PSB-PE) Bebeto (PSB-BA) Danilo Forte (PSB-CE) Tadeu Alencar (PSB-PE)

Suplentes: Joao Fernando Coutinho (PSB-PE) JHC (PSB-AL) Paulo Foletto (PSB-ES) José Stédile (PSB-RS)

DEM 3 vagas titulares Mendonça Filho (DEM-PE) Rodrigo Maia (DEM-RJ) Elmar Nascimento (DEM-BA)

Suplentes: Mandetta (DEM-MS) Moroni Torgan (DEM-CE) Francisco Floriano (PR-RJ)

PTB 3 vagas titulares e 3 suplentes (não divulgados)

PRB 2 vagas titulares Vinicius Carvalho (PRB-SP) Ronaldo Martins (PRB-CE) Suplentes: Jhonatan de Jesus (PRB-RR) Cleber Verde (PRB-MA)

SD 2 vagas titulares Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força) (SD-SP) Fernando Francischini (SD-PR)

Suplentes: Genecias Noronha (SD-CE) Laudívio Carvalho (SD-MG)

PSC: 2 titulares e 2 suplentes (não divulgado ainda)

PROS: 2 titulares e 2 suplentes (não divulgado ainda)

PDT: 2 titulares e 2 suplentes (não divulgado ainda)

PSOL: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PTdoB: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

REDE: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PMB: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PHS: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PTN: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PEN: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PCdoB: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PPS: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PV: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *