Comissão do Esporte debate organização da Copa América 2019

A Comissão de Esporte (CESPO) realizou audiência pública, nesta terça-feira (21), para debater o planejamento e a situação atual da organização da Copa América de Futebol 2019. O evento esportivo acontece de 14 de junho a 7 de julho e é organizado pela Conmebol.

O presidente da comissão, deputado Fábio Mitidieri (SE), lamentou que a maioria dos estádios escolhidos para abrigarem as partidas sejam das regiões Sudeste e Sul. “Queríamos mais estados participando dos jogos, mas entendemos que é um evento privado e isso fica por conta da Conmebol”, disse o parlamentar.

Os jogos serão realizados no Morumbi (SP), Arena Corinthians (SP), Arena Fonte Nova (BA), Mineirão (MG), Arena do Grêmio (RS) e no Maracanã (RJ). Diretor de Operações do Comitê Organizador Local da Conmebol, Agberto Guimarães explicou a escolha dos estados que irão receber as partidas de futebol.

“Existe um conjunto de critérios que vai desde a operacionalização dos estádios e a estrutura que eles oferecem nos contratos até a questão da localização e distância que as delegações terão que percorrer.”

Deputado federal Fábio Mitidieri (SE). Foto: Cláudio Araújo

Fábio Mitidieri ressaltou, no entanto, que o país fica com mais um legado esportivo de grande porte. “Temos o aquecimento da economia local onde estes jogos acontecem. Mais pessoas comprando no comércio, a imagem do Brasil está sendo trabalhada. É uma oportunidade também para que o Ministério do Turismo quantifique este impacto e possa identificar, com números, quanto cada turista gasta em média num evento como este.”

Cem anos da primeira edição

O principal torneio masculino de futebol entre seleções da América do Sul será realizado pela quinta vez no Brasil e organizado pelo Comitê Organizador Local – Conmebol Copa América Brasil 2019. Coincidentemente, o evento retorna no ano em que se completam 100 anos da primeira edição em solo brasileiro (1919). O Brasil foi sede também em 1922, 1949 e 1989.

Além dos dez países sul-americanos (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), Japão e Catar, membros da Confederação Asiática de Futebol (AFC), participam como convidados.

Renan Bortoletto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *