Coleta de dados poderá definir ações contra o Zika

Deputado Alexandre Serfiotis - Foto: Cláudio Araújo

Deputado Alexandre Serfiotis (RJ) – Foto: Cláudio Araújo

 

Membro da comissão externa da Câmara que acompanha as ações contra o mosquito Aedes Aegypti, deputado Alexandre Serfiotis (RJ), visitou, nesta terça-feira (8), em Brasília, o Centro Nacional de Gerenciamento de Desastres. O espaço é destinado à coleta de dados e sistematização de informações para ajudar no combate a epidemias.

O parlamentar explicou que cada estado tem uma central e estas são responsáveis por repassarem informações à sede, na capital. “Com base nisso, é possível verificar quais regiões apresentam maior número de pessoas infectadas e quais estratégias podem ser traçadas para combater a epidemia de maneira articulada”, explica.

O parlamentar contou que, graças a esse trabalho, a Central de Brasília já verificou que mais da metade dos casos de proliferação do mosquito no país está concentrado em 200 cidades.

Para ele, esse tipo de informação pode ser relevante para definição da destinação de recursos para prevenção e erradicação das doenças. “Os casos de microcefalia vão demandar centros de referência e assistência às crianças, que precisarão ser acompanhadas por toda vida. Pelos números fornecidos, sabemos onde o investimento deve ser prioritário”, afirmou.

Alexandre Serfiotis acredita ainda que estudos e monitoramentos possam auxiliar no desenvolvimento de uma vacina. “Hoje sequer temos um exame específico que isole o vírus como acontece com a dengue. Precisamos avançar.”

Renan Bortoletto

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *