André de Paula

O Estado de S. Paulo | Política: Comissão quer mudar indicações para o STF


Colegiado. Comissão especial das medidas contra a corrupção durante reunião na Câmara Julia Lindner A comissão especial da Câmara dos Deputados criada para analisar as dez medidas anticorrupção sugeridas pelo Ministério Público Federal quer ampliar seu alcance e incluir nas discussões mudanças em outros pontos, como a alteração do modelo de nomeação de ministros do Supremo Tribunal Federal. A intenção também é alterar o papel dos tribunais superiores para evitar conflitos com o Legislativo, ampliar o período máximo de prisão no País e regulamentar o lobby. O relator da comissão, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), pretende incluir em seu parecer mudanças no processo de escolha dos ministros do STF, hoje uma... Leia mais


Em | Nenhum comentário

JB Online: Ministro na gestão FHC, Raul Jungmann assume Defesa no governo Temer


O pernambucano Raul Jungmann, do PPS, vai assumir o Ministério da Defesa do governo do presidente interino Michel Temer. Jungmann tem 64 anos e está no seu terceiro mandato como deputado federal – esteve no cargo de 2003 a 2011 e voltou como suplente em 2015. Na Câmara, é membro titular das comissões permanentes de Constituição e Justiça e de Cidadania; e de Cultura. Também participou como titular de comissões especiais e parlamentares de inquérito, como a Comissão Especial da Lei Orgânica de Segurança Pública e as CPIs do BNDES e dos Fundos de Pensão. Ex-ministro de FHC, Jungmann assume ministério da Defesa No seu primeiro mandato como deputado federal,... Leia mais


Em | Nenhum comentário

G1 – Globo | Pernambuco: Pernambuco garante 18 votos pelo afastamento de Dilma Rousseff


Bruno Araújo (PSDB) foi o autor do voto que selou o destino da presidente. Seis deputados defenderam a chefe do Executivo e houve uma abstenção. Saiu da bancada de Pernambuco, com 25 nomes, o voto que selou o destino da presidente Dilma Rousseff (PT). Coube a Bruno Araújo (PSDB) o papel de protagonista na história do impeachment da chefe do Executivo federal. Com ele, outros 17 deputados federais do estado optaram pelo prosseguimento do processo de afastamento no Senado. Seis parlamentaresforam contra. Houve uma abstenção. Quando o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), chamou os pernambucanos para dar início à votação da bancada, faltavam cinco votos para a... Leia mais


Em | Nenhum comentário

G1 – Globo: Para votar impeachment, deputados deixam ministérios e secretarias


Trocas envolvem parlamentares pró e contra o afastamento de Dilma. Exonerações atingem governos federal e de 9 estados. Deputados deixaram o comando de ministérios e secretarias estaduais para reassumir seus mandatos na Câmara e participar da votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, prevista para ocorrer no domingo (17). Possível afastamento de Dilma é analisado Segundo levantamento feito pelo G1, 26 parlamentares de 9 estados retomam seus mandatos, ainda que temporariamente. As trocas levam para a Câmara 17 parlamentares favoráveis ao impeachment e 9 contrários. Dos 26, 4 pertencem ao PT, 6 ao PMDB, 4 ao PSD, 3 ao PSDB e 2 ao PSB. Os demais são do... Leia mais


Em | Nenhum comentário

JB Online: Três secretários pernambucanos reassumem mandato para votar neste domingo


Três secretários de estado de Pernambuco afastaram-se do cargo para reassumir o mandato parlamentar e votar no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, neste domingo (17), na Câmara dos Deputados. A exoneração do secretário dos Transportes, Sebastião Ignácio de Oliveira Júnior, foi publicada hoje (15)no Diário Oficial do Estado.Os secretários André de Paula, de Cidades, e Danilo Cabral, de Planejamento e Gestão, foram exonerados na quinta-feira (14). Dois dos secretários já haviam se manifestado publicamente sobre o processo de impedimento da presidenta. Em nota, André de Paula, do PSD, afirmou que oimpeachment é “providência jurídica legítima e adequada” e que a decisão é “medida dura, mas inevitável”. Ele disse... Leia mais


Em | Nenhum comentário

G1 – Globo | Pernambuco: Saída de secretários em Pernambuco garante 4 votos pró-impeachment


Três secretários de estado deixaram pastas para votar pela saída de Dilma. Único suplente a permanecer também acompanhará a opção dos titulares. O secretário de Transportes de Pernambuco, Sebastião Oliveira (PR), foi oficialmente exonerado nesta sexta-feira (15). Com isso, ao todo, serão três os secretários de estado que retornarão a Brasília para reassumir seus cargos na Câmara Federal. Assim, poderão participar do processo de votação de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), no domingo (17). Antes de Sebastião, Danilo Cabral (PSB), de Planejamento, e André de Paula (PSD), das Cidades, já haviam deixado as pastas, no dia anterior. Com a rearrumação, Pernambuco garantirá quatro votos favoráveis ao impeachment da presidente.... Leia mais


Em | Nenhum comentário

G1 – Globo | Pernambuco: Dois secretários pedem exoneração para votar a favor do impeachment


Solicitações de Danilo Cabral e André de Paula saíram no Diário Oficial. Outros dois ainda estão em meio a articulações para definir a situação. Os secretários de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral (PSB), e das Cidades, André de Paula (PSD), foram oficialmente exonerados nesta quinta-feira (14) e reassumirão seus cargos de deputado na Câmara Federal. A decisão foi publicada no Diario Oficial do Estado (DO) e faz parte das articulações políticas que envolvem o processo de votação do impeachment da Presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara dos Deputados, em Brasília, no próximo domingo (17). Os dois estavam licenciados desde o início do governo Paulo Câmara (PSB), no ano passado. Danilo... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Correio Braziliense | Política: Efeito manada desidrata base


O PSD, de Kassab, ministro das Cidades, diz que bancada será orientada a votar a favor do impeachment de Dilma. PTB anunciou a mesma decisão » MARCELLA FERNANDES » NAIRA TRINDADE Um dia após o PP deixar o governo, o PSD, também da base de apoio do Palácio do Planalto, anunciou que vai orientar a bancada na Câmara dos Deputados a votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. A estimativa é de que 30 integrantes concordem com o afastamento. Deputados que votarem a favor do governo, contudo, não serão punidos. A bancada do PTB, com 19 deputados em exercício, anunciou a mesma posição. Já o PDT, com 20... Leia mais


Em | Nenhum comentário

G1 – Globo: Ministros e secretários deixam cargos para votar sobre impeachment


Trocas envolvem parlamentares pró e contra o afastamento de Dilma. Exonerações atingem governos federal e de 7 estados. Deputados têm deixado o comando de ministérios e secretarias estaduais para reassumir seus mandatos na Câmara e participar da votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, prevista para ocorrer no domingo (17). Segundo levantamento feito pelo G1 nesta terça-feira (12), ao menos 20 parlamentares de 7 estados voltaram ou pretendem voltar à Câmara, ainda que temporariamente, nos próximos dias. Caso todas as mudanças se confirmem, a Casa terá substituídos cerca de 4% de seus 513 integrantes às vésperas da votação. As trocas vão levar para a Câmara ao menos 12... Leia mais


Em | Nenhum comentário

Folha.com | Poder: Mais da metade dos suplentes será substituída em votação do impeachment


Pelo menos 16 dos 30 deputados federais suplentes em exercício darão lugar aos titulares apenas para a votação da abertura do processo de impeachment, que deve acontecer no próximo domingo (17). A Folha conseguiu contato com 15 dos 16 titulares licenciados que reassumirão os mandatos para a votação. Dos 15, oito votarão a favor e cinco contra. Dois não declararam. Entre os titulares que voltarão às suas posições estão os secretários do governo de São Paulo Floriano Pesaro (PSDB), Samuel Moreira (PSDB), Rodrigo Garcia (DEM) e Arnaldo Jardim (PPS). Os votos serão favoráveis. O ministro da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera (PMDB), disse nesta terça-feira (12) que, além de si... Leia mais


Em | Nenhum comentário