Alexandre Serfiotis

Serfiotis é designado relator da subcomissão especial da carreira médica


“A saúde no Brasil é muito diversificada e em cada estado há uma particularidade. Vamos ter cuidado em avaliar os sistemas de saúde ponto a ponto para construir um relatório  que ofereça um atendimento de qualidade, em especial, aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).” Leia mais


Em | Nenhum comentário

Alexandre Serfiotis alerta para possibilidade de colapso na saúde


O deputado Alexandre Serfiotis (RJ) afirmou que o Sistema Único de Saúde (SUS) vai sofrer um colapso caso não sejam tomadas medidas urgentes de refinanciamento e revisão da tabela aplicável aos hospitais filantrópicos. O parlamentar participou de audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), nesta terça-feira (31), que debateu o tema. Leia mais


Em | Nenhum comentário

Bancada pede mais investimentos para pequenos municípios


O deputado Rogério Rosso (DF), líder do PSD, afirmou que investimentos em infraestrutura são essenciais para a qualidade de vida e para a criação das condições físicas e logísticas para o desenvolvimento econômico, sustentável e social. O parlamentar participou de audiência pública, nesta terça-feira (31), na Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) com a presença do ministro Gilberto Kassab (Cidades). Leia mais


Em | Nenhum comentário

Partido apoia extensão do acesso à mamografia


A bancada do PSD votou, nessa quarta-feira (25), pela retirada das restrições ao acesso a mamografias pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Portaria do Ministério da Saúde (1.253/12) autoriza o SUS a custear mamografia somente para mulheres com mais de 50 anos. O Projeto de Decreto Legislativo (PDC 1.442/14), apoiado pelo partido, vai incluir as mulheres a partir dos 40 anos de idade. Leia mais


Em | Nenhum comentário

Goulart é eleito 2º vice-presidente da Comissão de Educação


A Comissão de Educação (CE) elegeu, nesta quarta-feira (18), o deputado Goulart (SP) para ocupar a cadeira de segundo vice-presidente do colegiado. O parlamentar agradeceu a confiança e disse que vai trabalhar para que mais investimentos sejam destinados para a área. Leia mais


Em | Nenhum comentário

Serfiotis quer debater dificuldades enfrentadas por renais crônicos


Para debater as dificuldades enfrentadas pelo paciente renal crônico, o deputado Alexandre Serfiotis (RJ) solicitou a realização de audiência pública. A Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) aprovou, nesta quarta-feira (18), o requerimento da reunião, mas ainda não agendou a data. Leia mais


Em | Nenhum comentário

Serfiotis destaca promulgação do Orçamento Impositivo


“A emenda impositiva é uma vitória do Congresso Nacional. É a certeza de que o deputado vai ter seu projeto concretizado. A saúde, por exemplo, está sempre em primeiro lugar como uma reclamação, como uma demanda social. Certamente vamos melhorar a qualidade do Sistema Único de Saúde (SUS) nos municípios, pois sabemos a realidade e as principais demandas de nossos estados. Dessa forma, a população será bem atendida.” Leia mais


Em | Nenhum comentário

Serfiotis é segundo vice-presidente da Seguridade Social e Família


Por unanimidade, o deputado Alexandre Serfiotis (RJ) foi eleito segundo vice-presidente da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) da Câmara, nesta quarta-feira (11). O colegiado tem a função de debater e aprovar posicionamentos em projetos de lei sobre as políticas públicas da saúde, assistência social e previdência. Leia mais


Em | Nenhum comentário

Aprovada lei de inclusão da pessoa com deficiência


O Plenário aprovou, nesta quinta-feira (5), a proposta que cria a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (PL 7.699/06). O deputado Felipe Bornier (RJ), 2º secretário da Casa e relator do projeto que criou a Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CPD), destacou que a proposta aprovada não traz privilégios, cumpre o que determina a Constituição. Leia mais


Em | 1 COMENTÁRIO

Serfiotis: investimento é solução para melhoria na área da saúde


“Sabemos que saúde custa caro, ainda mais quando se trata de doenças raras. A demora entre o diagnóstico e o encaminhamento para um centro especializado com acesso à medicação específica retira a oportunidade do paciente de ter um tratamento adequado. A falta de investimento é o principal fator para que pacientes que tenham esses tipos de doenças venham a falecer.” Leia mais


Em | Nenhum comentário