Aprovada urgência para projeto de Francisco Jr. sobre pulmão artificial em hospital de campanha

O Plenário da Câmara aprovou, nesta terça-feira (11), o requerimento de urgência para a votação do Projeto de Lei 1514/21, de autoria do deputado Francisco Jr. (PSD-GO), que obriga os hospitais de campanha criados para atendimento aos pacientes da Covid 19 a terem, pelo menos, um equipamento de oxigenação por membrana extracorpórea (ECMO).

De acordo com o texto, esse equipamento, chamado de “pulmão artificial”, deverá ser usado nos casos de pacientes graves que não responderem positivamente aos tratamentos oferecidos.

Com a aprovação do requerimento de urgência, a proposta de Francisco Jr. poderá ser incluída a qualquer momento na Ordem do Dia (sessão realizada no Plenário da Câmara) para discussão e votação imediata, sem precisar ser analisada pelas comissões permanentes da Casa.

Deputado Francisco Jr. (GO). Foto: Cláudio Araújo

Justiça social
“O projeto busca justiça social e dá condições para a população ter acesso a esse tratamento, que hoje está disponível somente para os pacientes atendidos em hospitais particulares”, justifica Francisco Jr.

Segundo o parlamentar, o equipamento também será fundamental nos centros cirúrgicos.

“Ao adquirir a ECMO, teremos a oportunidade de, após a pandemia, ter uso fundamental nas cirurgias cardíacas, transplantes e diversos tratamentos respiratórios”, explicou.

O equipamento
O circuito padrão da ECMO é composto por bomba de propulsão de sangue, oxigenador, cânulas de drenagem e retorno do sangue. O equipamento permite que o pulmão afetado pela infecção possa se recuperar, enquanto a ECMO faz o trabalho de oxigenação sanguínea.

Diane Lourenço

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *