A pedido de Francisco Jr., comissão vai realizar debate sobre vacina inédita da UFMG

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara vai realizar audiência pública sobre a vacina desenvolvida na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que pode proteger mulheres e seus bebês dos efeitos do uso de cocaína durante a gravidez. O requerimento para o debate, apresentado pelo deputado Francisco Jr. (PSD-MG), foi aprovado pelo colegiado nesta quarta-feira (15).
O parlamentar explica que a pesquisa, inédita, demonstrou que o medicamento é eficaz para inibir os efeitos da cocaína no cérebro da mãe durante a gestação e a amamentação. O trabalho desse grupo de cientistas brasileiros foi tema de artigo na revista Molecular Psychiatry, do grupo Nature.

Deputado Francisco Jr. (GO). Foto: Cláudio Araújo

Segundo Francisco Jr., os primeiros resultados da pesquisa são promissores. “Além disso, um empreendimento dessa magnitude e alcance necessita de investimento público para que os resultados sejam otimizados”, ressalta.

Saúde pública
De acordo com o professor Frederico Garcia, um dos coordenadores da equipe de pesquisadores e professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, o uso de crack e cocaína na gravidez é problema de saúde pública, pois a droga afeta não só o feto, mas a mãe e a criança a médio e longo prazos.

“Dessa forma, essa solução inovadora pode beneficiar as novas gerações e oferecer prevenção primária em saúde mental”, avalia o professor.

Convidados
Francisco Jr. sugere que os responsáveis pela pesquisa apresentem os resultados durante a audiência pública. Serão convidados para o debate:
– a reitora da UFMG, Sandra Regina Goulart Almeida;
– o diretor da Faculdade de Medicina da UFMG, Humberto José Alves;
– o professor do Departamento de Saúde Mental da UFMG, Frederico Duarte Garcia; e
– a professora do Departamento de Saúde Mental da UFMG, Maila de Castro Lourenço das Neves.

A data para realização da audiência pública ainda não foi definida.

Manu Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *