Sandro Alex: Comissão destina R$125 milhões para estação na Antártica

O Deputado Sandro Alex (PSD/PR) apresentou emenda da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática que destina R$ 125 milhões ao Programa Antártico Brasileiro (Proantar). Os recursos aprovados contribuirão para a recuperação da Estação Antártica Comandante Ferraz, que teve 70% das suas instalações afetadas em um incêndio em 2012. 

Deputado Sandro Alex (PSD-PR)

Para o Deputado, a ação reconhece o trabalho realizado pela Marinha do Brasil há mais de 30 anos no polo sul. “Os esforços para a reconstrução da Estação Antártica provam a capacidade das Forças Armadas Brasileiras de superar as adversidades com garra e profissionalismo”, destacou o Parlamentar.

Criado em 1982, o Proantar permite que o Brasil participe e influencie diretamente as decisões sobre o futuro da região. O continente possui 80% da água doce do Planeta e grandes reservas minerais. “É um grande laboratório natural de estudo sobre mudanças climáticas, já que o gelo registra composições atmosféricas de épocas passadas”, disse o Deputado. Os polos são responsáveis, ainda, pela direção dos ventos e das correntes marítimas, que influenciam diretamente as temperaturas.

Vitória curitibana

Projeto da nova Estação foi escolhido em concurso. Foto: Divulgação

O escritório de arquitetura Estúdio 41, de Curitiba (PR), foi o vencedor do concurso que escolheu o projeto arquitetônico da nova Estação Antártica. Foi realizado pela Marinha do Brasil em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). Com 4,5 mil m², a estação contará com 17 laboratórios, além da capacidade de abrigar 300 pesquisadores. A reconstrução foi iniciada em janeiro de 2017, com previsão de conclusão em março de 2018.


Saiba mais

Comissão de Ciência e Tecnologia discute jogo Baleia Azul
Pessedistas presidem Comissão de Cultura e de Ciência e Tecnologia
Comissão de Ciência e Tecnologia discute implantação da TV digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *