PSD comanda os trabalhos da Comissão de Seguridade Social e Família

O PSD vai comandar os trabalhos da Comissão de Seguridade Social e Família. Com 44 votos o deputado Antonio Brito (BA) foi eleito, pela segunda vez, o presidente do colegiado. O deputado Alexandre Serfiotis (RJ) é o primeiro vice-presidente, Marx Beltrão (AL) é o segundo vice-presidente e o mineiro Misael Varela vai ocupar a terceira vice-presidência.

Deputado Antonio Brito (BA), presidente da Comissão de Seguridade Social e Família. Foto: Cláudio Araújo.

“Tenho uma história com essa Comissão. Já fui primeiro, segundo e terceiro vice-presidente e presidente, em 2015. Espero, nessa nova oportunidade, honrar os votos que recebi e fazer um trabalho de fôlego num momento tão importante para o país”, disse Antonio Brito.

Deputado André de Paula (PE), líder do PSD na Câmara. Foto: Cláudio Araújo

“Estamos honrados em tê-lo (Antonio Brito) no nosso partido e muito agradecidos por poder indica-lo para uma missão tão importante como essa. A Comissão de Seguridade Social e Família é a segunda mais importante da Casa, onde temas essenciais à vida são debatidos. Estamos em boas mãos”, disse o líder da bancada do PSD, deputado André de Paula (PE).

Deputado Marx Beltrão (AL), segundo vice-presidente da CSSF. Foto: Cláudio Araújo.

Já no início das votações representantes do Conselho Nacional de Saúde e da sociedade civil fizeram coro em defesa do SUS e da contratação daqueles que passaram em concursos na área da saúde e ainda não foram chamados pelo governo. O deputado Marx Beltrão fez saudação a todos e disse que vai defender e trabalhar pelo resgate do SUS. “Tem gente esperando na fila para ser atendido enquanto tomamos aqui decisões importantes. Nosso trabalho é válido e urgente. Vamos dar aos brasileiros o nosso melhor”, disse.

Deputado Alexandre Serfiotis (RJ), primeiro vice-presidente da CSSF. Foto: Cláudio Araújo

Alexandre Serfiotis é o primeiro vice-presidente da Comissão pela segunda vez. Ele é médico de formação, está no segundo mandato de deputado federal e agradeceu a oportunidade. “Minha vida é dedicada à saúde. Além de médico fui secretário de Saúde da minha cidade. Sei que com esse time podemos fazer um excelente trabalho”. Já Misael Varela, conhecido por trabalhar pelo hospital do Câncer de Muriaé onde atua a Fundação Cristiano Varela lembrou do trabalho de Antonio Brito. “É uma honra para mim fazer parte desse time sob coordenação de Brito. Um time de primeira que vai trabalhar e dar resultados importantes”.

Deputada Flordelis (RJ), titular da CSSF. Foto: Cláudio Araújo

A deputada federal Flordelis (RJ) e o deputado Marco Bertaiolli (SP) completam o time do PSD na Comissão como titulares. “Vou trabalhar pelos menos favorecidos, por tratamento digno aos dependentes químicos, pela desburocratização do sistema de adoção, pelo direito de nascer e de viver. Estou muito feliz de fazer parte dessa comissão”, disse Flordelis.

Início dos trabalhos

Antonio Brito disse que já na próxima quarta-feira (19) o colegiado vota as sugestões de procedimentos, ou seja, define como funcionará a Comissão e então serão iniciadas as discussões dos projetos de lei. “Sem dúvida a previdência é a pauta prioritária. Temos a prerrogativa de sermos uma comissão temática e vamos enfrentar esse debate” O parlamentar informou que haverá seis subcomissões em funcionamento: três permanentes e outras três temporárias. Uma delas tratará de temas ligados à família. “Na minha gestão os deputados serão os protagonistas. Temos quadros de peso, médicos e administradores, pessoas experientes que defendem a saúde e o SUS. Vamos trabalhar duro”, frisou o parlamentar.

Perfil do presidente

Com forte atuação em defesa da saúde pública, Antonio Brito está recriando a Frente Parlamentar pela Luta Contra a Tuberculose e trabalhou na reativação da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas. A última importante conquista foi a aprovação do projeto que dá fôlego financeiro a essas instituições através da criação de uma linha de crédito especial. “As Santas Casas já são responsáveis por 70% dos atendimentos do SUS. Estão endividadas e passando dificuldades. Trabalhamos muito para aprovar a medida porque ficar sem o trabalho delas é impossibilitar o atendimento em saúde no Brasil”.

Antonio Brito exerce o terceiro mandato consecutivo de deputado federal e é também presidente do Grupo Parlamentar Brasil / Portugal, composto por mais de 84 parlamentares.

Manu Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *