Plano Nacional do Desporto: especialistas defendem investimentos no esporte escolar

evandro-roman-08-12-2016Criada em 2015 com o objetivo de apresentar uma política de longo prazo para o desenvolvimento do esporte brasileiro, a Subcomissão Especial do Plano Nacional do Desporto, ligada à Comissão do Esporte, pretende definir diretrizes, metas e ações para o setor. Nesta quinta-feira (8), o relator, Evandro Roman (PR), reuniu especialistas para debater a terceira etapa da medida, que propõe “tornar o Brasil uma potência esportiva de alto rendimento”.

Para os representantes do setor, o país tem investido no esporte de alto rendimento mas, esquece da importância do esporte nas escolas de ensino fundamental. “Acho de extrema importância incentivar a prática esportiva nas escolas visando o esporte de alto rendimento. Podemos formar atletas mas, sobretudo, vamos fazer com que a prática esportiva se torne um hábito”, explicou Roman.

A gerente geral de Planejamento e Relacionamento do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Adriana Behar, lembrou da experiência como atleta de vôlei e reforçou a importância do investimento em atletas  – com grande potencial – que estão iniciando no esporte. “Eu vi muitos talentos profissionais desperdiçados porque não sabiam qual seria o segundo passo para melhorar o desempenho dentro da pirâmide esportiva. É responsabilidade do governo criar essa cadeia definida.”

Para o presidente da Comissão Nacional de Atletas do Ministério da Esporte, o ex-velejador Lars Grael, o esporte não pode estar separado da educação. “A relação do esporte com a educação é obrigatória. Não dá para separar o esporte educacional do esporte de alto rendimento. A relação é forte também entre o esporte e a cultura, o esporte e o turismo, pois cada vez que promovemos um evento esportivo, há um impacto direto [nesses setores]”, disse Grael.

O Plano Nacional do Desporto

A Subcomissão Especial do Plano Nacional do Desporto foi criada em 2015. Após diversos debates e discussões, promovidos por meio das audiências públicas, seminários, visitas técnicas e consultorias, as informações colhidas foram sistematizadas e foi elaborada a sugestão do Plano Nacional do Desporto. Essa foi a terceira mesa redonda que reuniu especialistas, na Câmara, para debater o texto base da proposta. O deputado Evandro Roman sinalizou que até março de 2017 entregará o texto fechado.

Participação popular

Todo o debate deverá ser enviado na forma de indicação ao Ministério do Esporte. A sociedade e representantes do setor também podem participar do Plano Nacional do Desporto. No portal E-democracia da Câmara dos Deputados é possível enviar sugestões e propostas, além de acessar o texto base do Plano.

Diane Lourenço


Saiba mais

Mesa redonda discute Plano Nacional do Desporto

Pessedista reúne 16 especialistas para tratar do Plano Nacional do Desporto

Roman solicita audiências públicas para debater Plano Nacional do Desporto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *