Comissão aprova medidas contra a seca no Norte de Minas

Parlamentares aprovaram medidas de combate e prevenção à seca em cidades do Norte de Minas Gerais. A Comissão Externa destinada a verificar a situação dos municípios que sofrem com este tipo de clima aprovou nesta terça-feira (4) o relatório final.  A maior parte das cidades visitadas pelos deputados estão situadas na bacia do São Francisco e dos rios Jequitinhonha e Pardo.

 

Durante o período de atuação da comissão, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) liberou recursos para obras de dragagem e instalação de flutuantes para permitir a captação de água do São Francisco pelos irrigantes do projeto Jaíba, além de retomar a obra de recanalização de Nova Porteirinha (MG).

O relatório da comissão recomenda a execução de outras 127 obras que formariam um sistema de barragem para garantir segurança hídrica para os municípios norte mineiros. A redução de perdas no sistema de abastecimento público também consta no documento: hoje, ao menos 37% da água distribuída se perde no caminho.

Deputada Raquel Muniz (MG) coordenou os trabalhos da comissão externa. (Foto: Cláudio Araújo)

Coordenadora dos trabalhos da comissão, a deputada Raquel Muniz (MG) destacou os resultados positivos da comitiva. “Deixamos não só um legado, mas também uma série de ações a serem tomadas principalmente com relação à preservação do Velho Chico. O Norte de Minas foi incluído no Programa Novo Chico e a Codevasf aumentou o volume de investimentos”, lembrou.

Captação no Pacuí ‘abastece’ Montes Claros

No norte de Minas, uma das cidades que mais sofreu com a seca foi Montes Claros. O relatório da comissão externa aponta como um dos resultados mais positivos a captação de água do rio Pacuí para atendimento emergencial dos moradores.

As obras no rio Pacuí tiveram início em 2017, sendo a água tratada e levada a Montes Claros por uma adutora de 54 quilômetros de tubulação. O investimento de R$ 88 milhões abastece 35% da demanda dos 200 bairros da cidade.

Renan Bortoletto

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *