Cezinha de Madureira quer regulamentar aparelho que retira ar da tubulação de água

Muitos consumidores poderiam ter o valor da conta de água reduzido se o volume que passa pelos hidrômetros não considerasse as bolhas de ar. Para impedir que os consumidores paguem por aquilo que não devem, o deputado Cezinha de Madureira (SP) apresentou projeto de lei (2029/19), que regulamenta a instalação dos aparelhos que eliminam o ar da tubulação.

Deputado Cezinha de Madureira (SP). Foto: Cláudio Araújo

“É injusto que o consumidor pague pelo ar que se encontra na tubulação e não apenas pela água consumida. Exatamente por esse motivo é que queremos apenas exigir a cobrança por serviços justos, ou seja, mais água e menos ar. Mas também é necessário impedir o uso de equipamentos fora do padrão, de baixa qualidade ou de origem duvidosa”, esclarece o parlamentar.

De acordo com a norma técnica (NBR 12218:1994) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é recomendado que seja instalada ventosas nas adutoras que alimentam a malha de distribuição para que seja retirado o ar existente na rede. Mas apesar de as empresas do setor afirmarem que trabalham de forma pressurizada com ausência de ar nas tubulações as reclamações dos consumidores são recorrentes.

A proposição também estabelece quem vai arcar com a instalação do equipamento. “O projeto prevê a responsabilidade das concessionárias na instalação e manutenção dos eliminadores de ar no sistema de distribuição de água. Essa instalação deverá ser na tubulação anterior ao hidrômetro. Tanto a instalação e as despesas de aquisição do equipamento devem ficar sob responsabilidade das concessionárias”, ressalta Cezinha.

O projeto ainda prevê que a Agência Nacional de Águas faça a regulamentação da qualidade e das especificações técnicas e a certificação dos equipamentos. Caberá às agências reguladoras estaduais e às concessionárias de abastecimento, a padronização dos equipamentos.

O projeto aguarda encaminhamento pelo presidente da Câmara, quanto às comissões para tramitação.

Diane Lourenço

1 Comentário

  1. João Ramo Costa

    Posso como vereador do interior do paraná tambem solicitar algum deputado estadual nosso que entre com um projeto desta maneira aqui no Paraná obrigado abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *